25 de setembro, 2017

GSTEP fecha 1º semestre nos 2,5 milhões e aposta no mercado espanhol

A GSTEP fechou o primeiro semestre de 2017 com um volume de negócios de 2,5 milhões de euros, um resultado em linha com o esperado, mas que superou as expectativas mais otimistas no que toca à angariação de novos clientes. Nesta vertente, destaca-se o reforço da presença da empresa no mercado espanhol. O mercado internacional, nomeadamente em Espanha, Angola e Moçambique, já contabiliza mais de 20% do negócio global da empresa.

Neste período, «a GSTEP conquistou novos clientes e reforçou a posição de especialista no mercado de BI, tendo continuado o reforço de parcerias com empresas nacionais e internacionais não especializadas em BI, consolidando o reconhecimento da especialização GSTEP por parte dos outros players do mercado TI», desvenda Carlos Cardoso, CEO da GSTEP.

«Estas parcerias levaram-nos a novos clientes, com grande sucesso para as várias partes envolvidas, pelo que continuamos a acreditar que esta é uma fórmula de futuro e que trará muitos mais sucessos para a GSTEP e os seus parceiros», acrescenta o responsável. Entre os projetos que mais se destacaram, incluem-se os da NOS, Chronopost e Puertos del Estado, em Espanha.

Já entre os fatores que mais contribuíram para o sucesso dos resultados no semestre contam-se o crescimento em várias indústrias – com destaque para o setor dos Seguros, dos Transportes e da Saúde – e também ao nível das tecnologias. Neste sentido, «a área de BI continua consolidada e a área de EPM teve uma expressão considerável, com novos projetos desde o início do ano», avança Carlos Cardoso.

Os resultados são compostos essencialmente por serviços e resultam da aposta da GSTEP na qualidade dos serviços prestados e do reconhecimento dessa mesma qualidade por parte dos clientes. «Reconhecimento esse expresso na renovação dos contratos e na seleção da GSTEP como aposta em novos projetos», sustenta o CEO.

Reforço nas contratações até final do ano

Com 12 novas contratações já efetuadas este ano, especificamente destinadas às áreas de BI, EPM e Analytics, a GSTEP pretende reforçar ainda, até final de 2017, a sua área de Business Intelligence, com funções específicas por tecnologia: Oracle, MicroStrategy, SAS, Microsoft e Qlikview.

«A GSTEP continua a sua aposta em várias tecnologias e os perfis pretendidos são tanto o perfil sénior, como o perfil júnior», adianta Carlos Cardoso. «Em todo o caso», continua o responsável, «estes resultados agora anunciados permitem-nos manter o objetivo para 2017 nos 5 milhões de euros com toda a segurança».

Top